Quer conhecer a solução de manutenção da Ticket Log? Fechar

Quer conhecer a solução de manutenção da Ticket Log?

Preencha os dados abaixo e faça o download do material completo!

Obrigado!

Agradecemos o seu interesse na solução Gestão de Manutenção da Ticket Log. Você pode entrar em contato com um de nossos especialistas para conhecer a melhor opção de gerenciamento para o seu negócio!

manutenção de veículos

Manutenção de Veículos: cuidados com a frota

14 de janeiro de 2019 por Ticket Log em Manutenção
Voltar 0

A manutenção de veículos é essencial para uma empresa que conta com automóveis para a operação de seus negócios ou para o deslocamento de seus funcionários, pois antecipa e corrige potenciais problemas, garante a disponibilidade da frota e previne acidentes. 

A manutenção de veículos é uma estratégia na gestão de frota da sua empresa?

Uma empresa que conta com uma frota de veículos (por menor que ela seja), precisa estar atenta à manutenção dos seus carros. Assim, pode garantir que eles estarão sempre prontos para rodar, oferecendo segurança aos motoristas e evitando dor de cabeça na rotina operacional.

Se a empresa conta com um profissional no papel de gestor de frota, será ele o responsável por manter os veículos em bom estado, e quem vai negociar mão de obra, peças e afins. Mas existem soluções no mercado que oferecem a possibilidade de facilitar e terceirizar esse trabalho para a empresa, deixando a função nas mãos de quem é especialista no assunto!

Você sabia que um bom plano de manutenção de veículos, além de oferecer disponibilidade e segurança, também permite a redução dos custos com os veículos? 

Por isso, neste artigo vamos trazer as principais dicas para que sua empresa aproveite os benefícios de uma manutenção de veículos programada!

Boa leitura!


O que é Manutenção de Veículos

o que é manutenção de veículos

Existem quatro tipos de manutenção de veículos, e todos eles são importantes para que você mantenha sua frota sempre rodando! Conheça:

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva é realizada quando já existe alguma falha ou defeito identificado. Esse tipo de manutenção é o mais comum e, geralmente, o primeiro que vem em mente quando falamos em manutenção de veículos. O problema, no entanto, é que a manutenção corretiva é, também, a mais cara, pois normalmente custa muito mais reparar ou trocar um item já danificado.

Manutenção detectiva

A manutenção detectiva envolve um conjunto de métodos de avaliação que visam garantir a segurança e o funcionamento de todos os equipamentos. Ela testa o uso a longo prazo e procura por erros que possam causar avarias no futuro. Todos os itens são testados em funcionamento, a fim de detectar falhas e, assim, aumentar a vida útil das peças do veículo.

Um exemplo de manutenção detectiva é a manutenção anual de veículos.

Manutenção preditiva

A manutenção preditiva avalia constantemente o funcionamento de cada item e prevê sua vida útil. Com isso, aproveita melhor o tempo do motorista, pois elimina custos com desmontagens desnecessárias e manutenções corretivas.

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva consiste em prever a possibilidade de falhas ou necessidades de futuros reparos, antes que o veículo comece a apresentar algum problema. Isso reduz a chance de piorar um possível defeito, o que refletiria num custo muito alto para recuperação ou até mesmo na degradação total da peça.

Um exemplo de manutenção preventiva é a troca do óleo de motor, das pastilhas de freio e a calibragem de pneus.


Quando Fazer a Manutenção dos seus Veículos

quando fazer a manutenção de veículos

A periodicidade para uma manutenção preventiva pode variar de acordo com o modelo do seu veículo, do comportamento do motorista e do quanto o automóvel roda.

No geral, recomenda-se que um veículo receba uma manutenção preventiva a cada 6 meses ou 10.000 km rodados, o que vier primeiro.

Porém, a situação onde o carro costuma rodar pode significar uma necessidade de antecipação das revisões. Se você roda com o veículo em uma cidade que costuma ter muito congestionamento, ou anda muito em estradas de chão ou areia, por exemplo, é bom ficar atento e efetuar a manutenção preventiva do seu veículo em períodos mais curtos.

Confira, também, no manual da montadora, a indicação sugerida para as revisões.

Se você utiliza uma ferramenta para controle de sua frota, como o Ticket Fleet, você já conta com a informação de km rodado integrado de forma automática, e assim, é avisado com antecedência da necessidade de uma manutenção preventiva.

Já conhece o sistema para Gestão de Abastecimento mais completo do mercado? Contrate o Ticket Fleet e aproveite as soluções integradas de Telemetria e Manutenção de Veículos! Fale agora com um especialista.


Como Fazer a Manutenção dos Veículos da minha Empresa?

Se você é o responsável pela gestão de frotas da sua empresa, deve saber que existem soluções completas para auxiliar na manutenção de veículos. São formas de garantir a disponibilidade de sua frota otimizando tempo e processo para você. Não parece ótimo?

 

como fazer a manutenção de veículos

 

Um exemplo é a solução para Gestão de Manutenção, da Ticket Log, onde você pode optar por dois modelos de gestão:

  • Autogestão: através de um sistema, você tem autonomia para controlar seus indicadores, gerenciar sua agenda de manutenção, negociar peças, aprovar manutenções preventivas e centralizar os pagamentos.
  • Terceirização da operação: com essa opção, você terceiriza a operação de manutenção de veículos com técnicos especializados, que cuidarão de tudo para você ganhar tempo e reduzir despesas!

Com a ferramenta para autoagendamento, que indica oficinas disponíveis, próximas e com preços negociados, aplicativo que integra a comunicação entre cliente e oficina, dashboard online com indicadores que apontam oportunidades para redução de custos e aumento da disponibilidade da frota, e controle automático das manutenções preventivas, a Gestão de Manutenção da Ticket Log é a solução mais completa do mercado e oferece melhorias em toda a gestão de frota.

Quer saber como fazer a manutenção de veículos da sua empresa reduzindo custos, facilitando sua rotina e identificando possibilidades de melhoria contínua? Fale com um especialista Ticket Log e conheça todas as vantagens da Gestão de Manutenção.

Mas, se você desejar, você pode realizar a manutenção preventiva na sua empresa ou com algum profissional de sua confiança. A manutenção preventiva consiste no acompanhamento de alguns itens básicos, que você pode ter como checklist padrão para utilizar sempre!

Apenas lembre-se que é extremamente importante respeitar a periodicidade recomendada para as revisões, ok? Não pode esquecer de agendar com antecedência e, se necessário, reorganizar o fluxo dos seus veículos, cobrindo os automóveis que estarão na revisão.

Então, uma manutenção preventiva básica deve assegurar o bom funcionamento e estado dos itens abaixo:

#1 Alinhamento da direção

O desgaste da direção é lento e, por isso, muitas vezes é difícil observar com antecedência. Mas existem sinais que podem ser notados, se você prestar atenção. Assim, você consegue economizar, evitando uma manutenção corretiva.

Quando existe algum problema nos freios, como demora para o sistema de frenagem responder, além de ser um risco para o motorista (e todos os demais carros no trânsito) também pode impactar no desalinhamento da direção.

Se você sentir que o volante está mais duro do que o normal, isso também pode significar um problema no alinhamento da direção.

Um problema na suspensão dianteira também acarreta num desgaste das peças, diminuindo o desempenho do veículo, tanto na estrada quanto na cidade.

Outro teste que você pode fazer para verificar o alinhamento da direção é soltar o volante, rapidamente, em uma reta. Se o carro “pender” para um lado ou outro, ao invés de seguir retinho, significa que está desalinhado.

#2 Rodízio de Pneus

Este é um dos principais itens para verificar na manutenção preventiva, pois além de impactar em custo, impacta muito na segurança do motorista.

Pneus carecas são extremamente sensíveis, especialmente em dias de chuva, não tendo uma boa aderência e tração ao chão. Com isso, deslizam e podem fazer o carro derrapar ou rodar no meio da estrada, o que é assustador.

Além de verificar as ranhuras do pneu (a lei exige que 1,6mm distante do piso), verifique se não tem pedras ou pregos no pneu, que possam acabar furando ou fazendo o pneu perder pressão.

E não esqueça de manter todos os pneus calibrados, inclusive o estepe. Verifique no manual a indicação de libras.

#3 Correias

O motor de um veículo tem diversas correias, cada uma com funções e prazos de validade diferentes entre si. Mas a correia dentada é uma das mais conhecidas e preocupantes.

Se ela arrebentar, o carro pára e ainda pode acabar estragando mais peças. Além disso, é uma peça que costuma custar um preço elevado, podendo ser uma dor de cabeça se você for pego de surpresa.

#4 Água e óleo

manutenção de veículos água e óleo

“Deseja verificar água e óleo?”. Essa é uma pergunta comum enquanto você abastece, certo? E não tem porque não querer: verificando os níveis de água do radiador e de óleo do motor, você mantém seu veículo sempre em dia e evita o desespero de estar rodando e de repente começar uma fumaceira saindo do seu capô.

Você pode verificar o nível de água antes de sair da empresa, pois o motor deve estar frio. Se o nível estiver baixo, preencha e acompanhe. Se em pouco tempo já reduzir o nível novamente, pode ser que você esteja enfrentando algum outro problema, como um vazamento da bomba d’água.

Já no caso do óleo, o motor não precisa estar frio, mas o carro precisa estar desligado por pelo menos 5 minutos. Assim o óleo desce todo e você consegue verificar o nível, utilizando a vareta de medição e limpado-a com papel.

Além de verificar o óleo, você precisa ficar de olho no filtro de óleo, pois é ele o responsável por filtrar as impurezas geradas pelo motor.

#5 Escapamento

O escapamento do carro serve para reduzir a emissão de gases poluentes e reduzir o barulho do motor. Em caso de algum problema, é fácil identificar. Basta observar ruídos diferentes, cheiro e fumaça saindo do escapamento do veículo. Cada um significa um possível problema e você precisará contar com um profissional para a correção.

#6 Marcha

Verifique o estado da marcha. Se ela estiver mais dura do que o normal, você pode estar frente à falta de fluído de transmissão ou, em uma situação mais problemática, a um desgaste da embreagem.

Se for apenas fluído, basta completar em alguma empresa especializada. Já se o problema for na embreagem, você precisará de um técnico que irá avaliar a situação e recomendar a melhor ação corretiva – que pode envolver a troca completa do kit de embreagem.

#7 Velas

As velas são as responsáveis pela partida do motor. Elas também “deduram” um combustível adulterado e identificam outros problemas existentes no motor.

As velas, junto com os cabos do motor, devem ser trocadas periodicamente, antes de apresentar mal funcionamento. Consulte o manual do seu veículo para verificar a recomendação fornecida pela montadora.

Com Ticket Log você conta com a maior rede credenciada de postos de combustível, com a segurança e qualidade que sua empresa merece! Além disso, você ainda reduz despesas com abastecimento. Quer saber quanto você pode economizar? Faça uma simulação!

#8 Filtro de ar do motor

O filtro de ar do motor é o responsável por filtrar impurezas e jogar ar na câmara de combustão. Um filtro de ar do motor sujo acarreta no aumento do consumo de combustível!

Por isso, fique de olho nesse item, pois além do custo alto em caso de deixar gerar problemas ao motor, ainda tem o prejuízo em combustível.

#9 Filtro de combustível

O filtro de combustível é responsável por eliminar impurezas no tanque ou do combustível. Você consegue saber a situação do filtro ao perceber o desempenho do veículo, como dificuldade no arranque, marcha irregular ou ferrugem.

#10 Itens obrigatórios

Um veículo da empresa precisa garantir que está em cumprimento com a lei. Por isso, verifique os itens obrigatórios e sua validade: triângulo, chave de roda, extintor de incêndio e estepe (com condições de uso).

Se algum item não estiver presente, você pode levar uma multa e, o motorista, pontos na sua CNH.


Conclusão

A manutenção de veículos é muito importante para todas as empresas que contam com uma frota própria de veículos, ou que utilizam os veículos de seus funcionários como parte do processo e da rotina do negócio, pois deve se preocupar com a disponibilidade e segurança dos automóveis e de seus condutores, garantindo a continuidade das operações.

Existem 4 tipos de manutenção e todas são importantes para o veículo. Apesar da manutenção corretiva ser, muitas vezes, a mais conhecida e executada, é, também, a que possui maior custo.

A manutenção preventiva oferece uma economia de até 30%, antecipando possíveis falhas e corrigindo-as antes que algo mais grave aconteça. Por isso, é recomendável que, no processo de gestão, a manutenção preventiva esteja sempre presente.

Você pode utilizar sistemas existentes no mercado para otimizar sua rotina, ganhando tempo e assegurando o cumprimento dos prazos recomendáveis para cada manutenção. Com a solução Gestão de Manutenção, da Ticket Log, você conta com agendamento online, negociação exclusiva das peças e mão de obra e controle automático das manutenções preventivas.

E, ainda, pode optar pela terceirização da operação, deixando tudo nas mãos de responsáveis técnicos especialistas no assunto!

Sua empresa já conta com um sistema para gestão da manutenção de seus veículos? Como é o fluxo de manutenção da sua frota? Tem alguma outra dica, que esquecemos? Deixe nos comentários! 🙂

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *