O que leva uma empresa a se unir com outra? Crescimento? Inovação? A resposta varia conforme cada estratégia e cada modelo de negócio. Mas sabemos que formar uma nova marca, mantendo o mesmo patamar de qualidade, exige um trabalho árduo. E que uma aliança só pode dar certo quando as pessoas que fazem parte dessas empresas estão engajadas para o sucesso e o desempenho da iniciativa.

Em maio de 2016, o grupo francês Edenred, líder mundial em soluções transacionais para empresas, empregados e comerciantes, com o ativos Ticket Car e Repom, e a Embratec, referência nacional em soluções para gestão de frotas, com a Ecofrotas e a Expers, criaram a Ticket Log, por meio de uma joint venture.

Este movimento deu origem a um novo player do setor de gestão de despesas corporativas, especializado em pagamento de combustível, gestão de frotas leves e pesadas, e manutenção de veículos.

Ticket Log inicia operação com 20% de participação no mercado de gestão de frotas

A marca já nasceu, na época, com uma participação de 20% no mercado de cartão combustível, 27 mil clientes, um milhão de veículos administrados, 24.500 postos credenciados e 58% da rede nacional.

Números sólidos e positivos, mas que impuseram um desafio dobrado: como prosseguir para que esse alto patamar não fosse ao mesmo tempo uma barreira para o crescimento sustentável do negócio? E como integrar equipes de trabalho de duas organizações?

Segundo um estudo realizado pela Deloitte com 87 executivos brasileiros envolvidos em fusões e aquisições no Brasil, entre 2012 e 2015, os fatores para o sucesso da integração do público interno incluem a necessidade de foco em um programa de gestão de mudanças, alinhamento cultural entre as empresas e seleção rigorosa do líder de integração e sua equipe.

A Ticket Log focou sua atenção na cultura organizacional e seus diferentes valores, unificando as particularidades da Embratec, uma empresa familiar do Rio Grande do Sul, com a experiência e visão global da Ticket, possibilitando a condução do processo com o respeito necessário para conquistar a sinergia entre as equipes de trabalho.

Respeito e preparo foram fundamentais para integrar equipes de trabalho da Ticket e Embratec

Dentro de um processo de fusão, é preciso ter cuidado para não passar um sentimento de perda para nenhuma das partes, evitando que a nova unidade do negócio comece com uma estrutura abalada.

A demora na definição da nova estrutura causa insegurança e desmotivação. Já a falta de preparo das lideranças e das equipes de integração dificulta a comunicação e faz com que a mensagem seja distorcida.

Para minimizar essas questões, foi feito um levantamento detalhado das soluções e processos internos, a fim de aproveitar o que havia de melhor nas duas empresas.

Também foi criado um comitê de gestão com cinco integrantes da Edenred e cinco da Embratec para promover uma integração tranquila, com autonomia e orientadas para o que seria mais vantajoso para a Ticket Log.

Estabeleceu-se um política de governança e uma estrutura de poder, para garantir uma equipe de trabalho preparada e dedicada ao processo de integração, que contribuísse para o engajamento e a valorização dos profissionais da nova empresa.

Durante a transição, a gestão compartilhada de conhecimentos ofereceu novas oportunidades na carreira para muitos profissionais. Com a retenção e a valorização dos talentos, foi possível integrar as equipes de trabalho de maneira mais sólida, consolidando uma cultura diferenciada dentro da Ticket Log.

O resultado: soluções inovadoras para a gestão de frotas

Uma ação importante, do ponto de vista externo, foi a adoção de uma plataforma tecnológica para a marca Ticket Log que visasse o interesse do cliente.

O processo de atualização sistêmica foi gradual e realizado em ondas, buscando uma migração sem interrupções, que garantisse a continuidade dos serviços prestados. Ao longo de 2016, foram mais de 13 mil horas de desenvolvimento do sistema, o que corresponde ao desenvolvimento de um novo produto!

Como resultado desses esforços – o interno, para integrar equipes de trabalho; e o externo, visando a qualidade e a satisfação dos clientes, usuários e rede -, o mercado conta, hoje, com tecnologia de ponta, a maior rede credenciada do País e soluções inovadoras em pagamento de combustível, gestão de abastecimento e veículos, gestão de frotas pesadas, manutenção e outros serviços de valor agregado, que complementam as soluções para uma oferta integrada que visa controle, redução de despesas, otimização de tempo e recursos, e segurança.


Sobre o autor: José Ricardo Amaro vem atuando como Diretor de Recursos Humanos há mais de 15 anos e atualmente é Diretor de RH da Edenred, multinacional francesa que no Brasil contempla a empresa Ticket Serviços, pioneira e líder de cartões de benefícios aos trabalhadores. Formado em Administração de empresas pela FAAP e com cursos de extensão na Inglaterra, EUA e Holanda, iniciou sua carreira como trainee de auditoria na Price Waterhouse.