Mobilidade x Tempo: Qual a relação?

25 de julho de 2019 por Ticket Log em Mobilidade
Voltar 0

Todos nós temos uma rotina atarefada, não é mesmo? Mas nem por isso podemos deixar de cuidar do nosso bem mais precioso: a vida.

Por isso, o Blog da Mobilidade Inteligente, atenta à valorização da vida através da mobilidade, convidou a Fundação Thiago Gonzaga para compartilhar um conteúdo muito especial de conscientização e aprendizado, em lembrança ao Dia do Motorista.

A Fundação, através do programa Vida Urgente, desenvolve projetos de educação e conscientização para um trânsito mais humano e seguro há mais de 20 anos.

 

 

Na correria do dia a dia, entre um deslocamento e outro, muitas pessoas prestam menos atenção ao trânsito e acabam sendo imprudentes. Isso pode acontecer com qualquer um: motorista, pedestre, ciclista… Por isso, é sempre importante ter uma postura prudente.

Você sabia que o trânsito é a principal causa de morte de crianças e jovens entre 5 e 29 anos de idade no mundo? E que o número de atropelamento de idosos tem aumentado? A construção de um trânsito mais humano e seguro para todos depende de cada um de nós.

 

Faz diferença correr?

Saiu atrasado para uma reunião ou compromisso? Tem que buscar o filho na escola? São muitas as tarefas de uma pessoa. E todas elas são importantes. Conforme uma pesquisa do Ministério da Saúde publicada este ano, Brasília, Fortaleza e Porto Alegre estão entre as capitais com maior proporção de multas por excesso de velocidade. Mas não é acelerando ao volante que vamos ganhar tempo.

Ao contrário, o excesso de velocidade coloca todos em risco, não apenas quem está no carro. No trânsito, circulam muitas vidas. Motociclistas, ciclistas e pedestres, por exemplo, estão entre os usuários mais vulneráveis, representando mais da metade das vidas perdidas segundo o último Relatório Global de Segurança no Trânsito da OMS.

Além disso, dirigir a 40 km/h ou a 70 km/h não gera uma diferença significativa de tempo na cidade, tendo em vista os semáforos, as vias preferenciais, por exemplo; porém faz toda a diferença ao reagir a algo inesperado, como uma criança atravessar a rua correndo. Estar a uma velocidade mais baixa permite que o motorista tenha o reflexo de frear e evita um acidente grave.

 

O que pode fazer diferença então na sua mobilidade?

Utilizar diferentes modais pode ser uma boa dica. O carro é uma grande ajuda para trajetos mais longos, mas deslocamentos curtos podem ser ainda mais rápidos com bicicletas, patinetes elétricos ou mesmo a pé. Sempre utilizando o material de proteção indicado – capacete, no caso das bikes e dos patinetes, por exemplo –, respeitando a sinalização e o local de circulação recomendado.

 

Celular: precisamos estar sempre on?

Outro fator importante quando falamos em segurança no trânsito e a administração do nosso tempo é o celular. De acordo com uma pesquisa do Ministério da Saúde, um a cada 5 brasileiros admite usar o celular enquanto dirige. O motorista pode perder até 20 segundos para responder uma mensagem simples, o que é tempo suficiente para causar um acidente. Aquela resposta no whatsapp pode esperar você chegar ao seu destino em segurança.

 

Conclusão

O recado que fica é: administre bem seu tempo, não corra e preste atenção no trânsito. Seja como pedestre, motorista, ciclista ou qualquer outra situação em que você se encontre, a VIDA deve estar sempre em primeiro lugar.

 

 

E nosso muito obrigado ao Vida Urgente.

Fundação Thiago de Moraes Gonzaga – Vida Urgente

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *